Associação Congregação Santa Catarina

Associação Congregação Santa Catarina

Hospital Nossa Senhora da Conceição

Informações

Horário Portaria Central:

Das 06:00 às 22:00 horas

Horário visitas

Unidades de Internação SUS: 10h30 às 18h30 horas

Unidades de Internação Convênio/Particular: 10 às 21 horas

Veja outras informações

Cealag Doe Sangue

Busca:

Centro Diagnose Conceição

Medicina nuclear

É o método de diagnóstico por imagem que emprega radioatividade para diagnosticar ou tratar certas doenças. Utiliza pequenas porções de substâncias radioativas que, quando introduzidas no corpo, são atraídas para órgãos específicos e produzem emissões. A localização dessas emissões é detectada por uma câmara especial (câmara de cintilação) que as transforma em imagens e, assim, permite ao médico nuclear identificar alterações e diagnosticar doenças. Esse tipo de exame chama-se cintilografia. Além de ser seguro e indolor, apresenta grande sensibilidade para detectar anormalidades nas funções do órgão examinado.

O Serviço de Medicina Nuclear oferece os exames de diagnóstico por imagem mais modernos e avançados da atualidade. Os exames são benéficos para estudar danos fisiológicos ao coração, restrição do fluxo sangüíneo ao cérebro, além do funcionamento de outros órgãos como a tireóide, rins, fígado e pulmões. Também têm usos terapêuticos valiosos como o tratamento do hipertireoidismo e alívio da dor para certos tipos de câncer dos ossos. Em geral, existe quase uma centena de diferentes exames de medicina nuclear hoje disponíveis, incluindo estudos cerebrais, diagnóstico e tratamento de tumores, avaliação das condições dos pulmões e coração, análise funcional dos rins e de todos os sistemas dos principais órgãos do corpo.


Saiba mais:

HNSC oferecerá serviço de radioiodoterapia

Serviço de Medicina Nuclear do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) irá disponibilizar, em breve, a radioiodoterapia, indicada para o tratamento de alguns casos de tumores malignos da tireóide. O objetivo é evitar que, após a cirurgia para retirada da glândula tireóide, permaneçam restos de células cancerígenas. Na Amurel, o hospital será o único a disponibilizar o tratamento.

Segundo o Dr. Márcio Dutra, responsável pelo Serviço de Medicina Nuclear, a radioiodoterapia, feita com iodo radioativo, é indicada em aproximadamente 90% dos casos de cirurgia de retirada da glândula tireóide por motivos de câncer. “Aliado à cirurgia, o tratamento é comprovadamente eficaz e sem nenhum risco ao paciente”, ressalta.

Para a realização da radioiodoterapia, o paciente deverá ficar internado 48 horas, para que não exponha outras pessoas à radiação desnecessariamente. O hospital contará com quartos com estrutura diferenciada, com blindagens especiais e capacidade para atender seis clientes por semana. Antes do tratamento, o paciente será avaliado por exames da medicina nuclear, que incluem pesquisa de corpo inteiro para descobrir se houve ou não uma sobra significativa de tecido tireoideano. Se a resposta for afirmativa, o paciente será internado no quarto especializado para tomar uma dose de iodo, administrada oralmente.

Por enquanto, o Serviço de Medicina Nuclear do HNSC atende somente clientes particulares e de convênios. Mais informações, fone 3631-7226.


Medicina Nuclear do HNSC já disponibiliza o exame do Linfonodo Sentinela

A pesquisa de linfonodo sentinela, método auxiliar na realização de cirurgias de pacientes portadores de tumores malignos, como câncer de mama e melanoma, já é disponibilizada pelo Serviço de Medicina Nuclear do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC). O exame auxilia na localização do linfonodo sentinela, que é o primeiro gânglio de drenagem tumoral, que seria o local onde uma célula maligna teria que passar obrigatoriamente por outras antes de disseminar pelo restante do organismo, causando metástases. Essa localização possibilita a realização de cirurgias menos invasivas. A técnica vem sendo utilizada em cirurgias de câncer de mama, para a retirada do nódulo mamário, evitando assim a mastectomia total (retirada cirúrgica da mama e o esvaziamento axilar).

De acordo com o Dr. Marcio Dutra, responsável pelo Serviço de Medicina Nuclear, a pesquisa do linfonodo sentinela é mais um avanço no tratamento do câncer, dentre eles, o câncer de mama. Através da cintilografia, realiza-se a identificação e a marcação do linfonodo sentinela. O exame é realizado, geralmente, no dia da cirurgia, e é ele que vai possibilitar a identificação do linfonodo. “No momento da cirurgia, utilizamos o Gamma-Probe, que é um detector portátil de radiação, para localizarmos o linfonodo sentinela. Isto facilita o trabalho do cirurgião e diminui as complicações advindas de uma cirurgia mais extensa e agressiva”, comenta. A princípio, o Serviço de Medicina Nuclear do HNSC atende clientes particulares e de alguns convênios.

Centro Diagnose HNSC

Voltar


  • Hospital Nossa Senhora da Conceição - Diretor Técnico: Dr. Mauro da Silva (CRM 1840)
  • Rua Vidal Ramos, 215 - Centro - 88701-160 - Tubarão/SC
  • Fone: (48) 3631-7000 - Fax: (48) 3631-7088 - SAC: (48) 3631-7050
  • - http://www.hnsc.org.br/
-28.471972 -49.014456

Desenvolvimento: Tecmedia Internet Design

Copyright 2008 - Todos os direitos reservados - SDP - Hospital Nossa Senhora da Conceição